sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Arena das Dunas

Natal na Copa do Mundo de 2014
Atualmente o estágio das obras da Arena das Dunas ainda se encontra na montagem da chamada superestrutura, com a conclusão do anel inferior de arquibancadas e montagem da arquibancada, mas as obras já estão com 52% concluídas.


Comissão técnica da FIFA junto com o secretário de mobilidade urbana de Natal e a governadora do RN avaliam as obras do mega estádio.

Maquete do Arena das Dunas.
A fiscalização da Fifa no andamento das obras é diária, com a presença de um engenheiro da organização em Natal e de câmeras instaladas no canteiro, que transmitem imagens em tempo real para o Comitê no Rio de Janeiro. O secretário falou que Natal já conquistou novamente a credibilidade junto à entidade máxima do futebol, pois mostrou que vai conseguir entregar o estádio no prazo.

Montagem da arquibancada do setor oeste. Faltam apenas três etapas para o término das obras. A próxima fase de obras será a instalação da cobertura.

O estacionamento do Arena das Dunas terá cerca de 1.700 vagas.

Seu interior deverá ser assim.
Ou melhor, assim!

Camarotes, área VIP, 120 banheiros, praça de alimentação, grande área para imprensa, Lounge Vip e de Hospitalidade, entre outras super áreas.

Após o mundial, o Arena será multiuso, além de jogos do brasileirão e campeonato estadual, servirá para grandes shows, missões católicas entre outros eventos.

Seu formato lembrará as famosas dunas, um dos cartões postais da cidade do sol.


Terá capacidade para 45.00 pessoas confortavelmente sentadas.

As obras de mobilidade urbana também estão em pleno vapor, prolongamentos de importantes vias que dão acesso a capital, novas vias e estrada, um novo aeroporto internacional que será o maior do nordeste (está em processo de finalização).


O Porto de Natal também passa por obras de revitalização.

                     

Natal na Copa do Mundo, Natal para o Mundo.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Farol de Mãe Luíza

Farol de Mãe Luíza
Localizado no bairro de Mãe Luíza  o farol marítimo, que recebe o mesmo nome da velha parteira que também deu nome ao bairro, foi inaugurado em 1951 e possui uma torre de 37 metros de altura com 150 degraus em espiral. A recompensa pelo esforço da subida é uma das mais belas vistas da cidade e praias vizinhas. 

Escadaria 

A lanterna no alto da torre funciona com energia elétrica e o seu facho tem um alcance de 44 km, em caso de falta de energia o sistema alternativo de gás, operado manualmente, entra em funcionamento.

Quando o Farol Natal (Farol de Mãe Luíza) foi inaugurado, há pouco mais de meio século atrás, concomitantemente, foi desativada a luz do Farol Reis Magos, depois de ter prestado quase um século de bons serviços à segurança dos navegadores.

Desde o ano de 1858, o Porto de Natal, no Estado do Rio Grande do Norte, contava com a presença do Farol Reis Magos, situado próximo a Fortaleza dos Reis magos, à margem esquerda do rio Potengi, assim como a duas milhas de sua foz. 
Era um farol de médio porte, com precários recursos de visibilidade e alcance luminoso, que merecia ser substituído desde a década de 1940. E, paralelamente, a cidade se expandia, aumentando as exportações de açúcar, algodão, cana-de-açúcar e sal. O farol é até hoje utilizado para orientar os navios na costa de Natal.
No ano de 1948, a Diretoria de Hidrografia e Navegação aprovou a edificação de um novo farol. O local escolhido foi uma área de dunas cedida pela Prefeitura - em um bairro da cidade chamado Mãe Luíza, o qual tem seu nome em homenagem a uma velha parteira que também deu seu nome ao farol.

Durou cerca de dois anos a construção da torre de alvenaria do Farol Natal. A sua lanterna, confeccionada pela Oficina de Faróis da Diretoria de Navegação, na ilha de Mocanguê Grande no Rio de Janeiro, possui uma seção horizontal, com a forma de um polígono de 18 lados, inscrita em um círculo com 2,60 metros de diâmetro.


Além do Farol de Mãe Luíza, o Rio Grande do Norte abriga também o Farol do Sol, localizado na cabeceira da foz do Rio Potengi, o Farol do Calcanhar na cidade de Touros a 96 km de Natal, Farol da Pança no município de MaxaranguapeFarol de São Miguel do Gostoso a 444 km de Natal, Farol de Areia Branca a 330 km da capital, Farol de Macau e alguns faroletes.

Farol do Sol
Construído para orientar os navios de grande porte que chegam a Natal entrando pelo Rio Potengi para o Porto de Natal.

Farol do calcanhar - Touros -RN
Construído em 1912 o Farol Calcanhar continua a brilhar. "Calcanhar" é o segundo maior farol do Brasil. Tem 62 metros de altura e 298 degraus. Foi, na data da sua construção, o maior farol do mundo em concreto, devendo ser nos tempos atuais o sexto maior nesse material, estando incluído juntamente com o Farol de Mãe Luíza entre os 26 maiores do mundo Fonte: Roberto Patriota.

A construção teve início no dia 8 de abril de 1912, com a presença do 1.º tenente-da-armada Tilemon Fontes, Capitão dos Portos interino, e terminou na administração do capitão-tenente Romero de Araújo, tendo vindo do Rio de Janeiro, a fim de receber e inaugurar o Farol. Seu alcance luminoso é de 25 milhas em tempo claro.

Farol da Pança
O local foi palco de diversos naufrágios, devido à formação abrupta dos arrecifes e à pouca profundidade do mar.

Farol de São Miguel do Gostoso
São Miguel está situada em área de abrangência das rochas metamórficas que compõem o embasamento cristalino, de idade Pré-Cambriana superior, variando entre 600 milhões e um bilhão de anos, onde predominam rochas de diversos tipos, cuja coloração varia de cinza a rosa, como o granito. A superfície plana, formada por processos de pediplanação, é a predominante em território do município.

Farol de Areia Branca
A cidade de Areia Branca é conhecida pelas suas belas praias paradisíacas de areias brancas, dunas e falésias.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

O Cajueiro


O maior cajueiro do mundo

O maior cajueiro do mundo está localizado na Praia de Pirangi do Norte, à 12 km ao sul da capital Natal. Um dos pontos turísticos mais visitados do Rio Grande do Norte, o cajueiro de Pirangi equivale a aproximadamente 70 cajueiros de porte normal. Sua idade é estimada entre 100 e 110 anos.

Pesquisas mostram que a enorme árvore é fruto de uma aberração genética. Cercado, que o impede de continuar crescendo, produz de 70 a 80 mil cajus, o equivalente a 2,5 toneladas por safra e ao seu redor se encontram lojinhas de artesanato, lembranças e quiosques.

Considerado o maior cajueiro do mundo, inclusive registrado em 1994 no Guiness Book, o cajueiro de Pirangi foi plantado em 1888 por um pescador local, chamado Luiz Inácio de Oliveira. 
Reza a lenda que o responsável pela árvore de 8.400 m² faleceu aos 93 anos de idade, debaixo de sua sombra.

O espantoso crescimento do cajueiro é atribuído a uma anomalia que faz com que os galhos cresçam para baixo, ao invés de seguir a direção contrária, crescendo para cima e para os lados. Quando eles chegam ao chão, começam a criar novas raízes o que faz com que a árvore aumente. 
Para adentrar ao parque, cobra-se uma entrada de R$ 2,00, que são utilizados para investimentos na infra-estrutura do local. Dentro do parque, há um mirante com aproximadamente 6 metros de altura, de onde se tem uma vista da copa da árvore e das praias das redondezas. 
Sem poda, o maior cajueiro do mundo invade a rodovia. Sua poda está suspensa desde o ano 2000 por orientação de especialistas, para que ele não morra. 
Veículos que passam pela RN-063 arrancam galhos e folhas da árvore que é maior do que um campo de futebol. O cajueiro cresce cerca de três metros por ano.

Praia de Pirangi do Norte
Praia de Pirangi na verdade se divide em duas praias, Pirangi do Norte e Pirangi do Sul, ambas separadas pelo Rio Pirangi. A "do norte" está localizada no município de Parnamirim, e a "do sul" no município de Nísia Floresta
Pirangi do Norte é uma das mais procuradas no verão, em sua maioria pela grande massa de adolescentes e jovens que ali passam o chamado veraneio. É a que tem mais infra-estrutura em relação a Pirangi do Sul e é a mais badalada já que nela se encontram bares e a casa de shows mais famosa no estado, o Vila Folia e o Circo da Folia onde grandes bandas de axéforró e rock se apresentam. É nesta praia que se localiza o maior cajueiro do mundo, por isso, recebe uma grande quantidade de turistas.

Com uma espaçosa faixa de areia, possui mar calmo, de águas transparentes, muito propício para o banho. A prática de esportes também é favorecida, principalmente para os adeptos de windsurf. 

Windsurf 

Praia de Pirangi do Sul
Pirangi do Sul também é conhecida como Pirambúzios (por ser vizinha a Praia de Búzios) e é o oposto de Pirangi do Norte, sendo uma praia calma, com ondas fracas, cercada por recifes e menos urbanizada. Na maré baixa, os bancos de corais formam ilhas e piscinas naturais a um quilômetro mar a dentro (os Parrachos de Pirangi), proporcionando um espetáculo maravilhoso da natureza, que é visitado por lanchas particulares e barcos da empresa Marina Badauê, que organiza passeios diários com os turistas. A praia é muito procurada para a prática de esportes náuticos e pesca.
As piscinas naturais de Pirangi do Sul são uma atração a parte na maré baixa! É só ter o cuidado de não machucar os corais que ficam à flor d'água e são sensíveis ao toque.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Turísmo



Hostel palavra internacional que significa: hospedagem - albergue - abrigo.

Lua Cheia Hostel - Taverna Pub

Lua Cheia Hostel 

Vindo à Natal você tem bons motivos para se hospedar no Lua Cheia Hostel, ou o Albergue da Bruxinha, como alguns carinhosamente o chamam!
A localização é excelente, na bela praia de Ponta Negra, o bairro turístico da cidade onde estão quase todos os hotéis, inúmeros bares e restaurantes, shoppings, feiras de artesanato, etc. Além de estar próximo ao famoso Morro do Careca. O Lua Cheia Hostel ainda fica bem na rua dos agitos noturnos de Natal e ainda possui seu próprio Pub. Praia e passeios durante o dia, e diversão á noite!
Em poucos lugares do mundo você terá a chance de se hospedar em um castelo medieval com uma diária menor que R$50. Construído exatamente para para ser o albergue da juventude de Natal. Ótima localização e uma infra estrutura completa para jovens, casais e família.
Taverna Pub
A Taverna Pub é um bar temático que fica no subterrâneo do castelo. O estilo medieval se observa em harmonia na arquitetura, decoração e uniforme dos atendentes. a proposta é oferecer serviço e atrações de qualidade de um jeito alegre e espontâneo. Aberto de segunda a sábado após as 22hr e com com duas atrações ao vivo praticamente todas as noites, o cardápio musical é bem vasto e formado pelas melhores bandas locais e regionais, variando entre Rock, Jazz, Samba, Chorinho, Blues, Pop, Anos 70, Festas temáticas, Tributos, Discotecas, Eruditos, Eletrônicas, DJ, Ritmos Caribenhos. 
A Taverna Pub ñ tem um perfil de público definido, é um MIX de cultura, idade, classe social, estilos, cidades e países. Tudo isso torna o ambiente ainda mais interessante, cheio de possibilidades.